lgo hiléia alta [135]
Pesquisar
Close this search box.
validade dos alimentos

Validade dos alimentos e as melhores formas de armazenamento

Gestão de estoque
20 de junho de 2023

A validade dos alimentos é um aspecto de extrema importância nos supermercados. Afinal, garantir que os produtos estejam dentro do prazo de validade assegura a qualidade e segurança dos alimentos. Além disso, é um aspecto fundamental para promover a satisfação dos clientes.

Neste sentido, é importante conhecer as melhores práticas de armazenamento para evitar desperdícios e prejuízos. 

Portanto, convidamos você a se aprofundar nesse assunto e descobrir as melhores formas de garantir a validade dos alimentos em seu estabelecimento.

Saiba mais sobre como armazenar corretamente os produtos e otimizar seus processos para oferecer sempre o melhor aos seus clientes. Vamos lá?

 

A importância da validade dos alimentos

A validade dos alimentos é de extrema importância para a saúde dos consumidores. Afinal, a data de validade indica até quando o produto pode ser consumido com segurança.

Assim, consumir alimentos vencidos pode causar intoxicações alimentares, resultando em desconforto gastrointestinal, náuseas e até mesmo complicações mais sérias. 

Portanto, respeitar e monitorar as datas de vencimento dos produtos comercializados é essencial. Essa prática evita a venda de alimentos deteriorados e garante a segurança alimentar dos clientes.

Além disso, demonstrar preocupação com a qualidade dos produtos fortalece a confiança dos consumidores em seu estabelecimento.

 

Analise os fatores que afetam a validade dos alimentos

Fatores que afetam a validade dos alimentos

Existem diversos fatores que podem acelerar a deterioração dos alimentos. Entre os principais estão:

  • temperatura inadequada de armazenamento;
  • umidade excessiva;
  • exposição à luz;
  • presença de gases, como o oxigênio;
  • contaminação por microorganismos. 

Portanto, armazenar corretamente os diferentes tipos de alimentos é essencial para prolongar sua validade.

Por exemplo, alimentos perecíveis, como carnes e laticínios, devem ser mantidos refrigerados para retardar a multiplicação de bactérias.

Já os alimentos como grãos e cereais devem ser armazenados em locais secos e frescos, para evitar a deterioração e a proliferação de insetos.

Além disso, a proteção contra a luz e a vedação adequada das embalagens são fundamentais para preservar a qualidade dos alimentos.

 

Confira as melhores práticas de armazenamento

Melhores práticas de armazenamento

Continue conosco e confira algumas dicas sobre as melhores práticas de armazenamento.

 

Carnes

  • Armazene carnes cruas em refrigeração, preferencialmente abaixo de 4°C;
  • Mantenha as carnes separadas de outros alimentos para evitar contaminação cruzada;
  • Utilize embalagens adequadas (como sacos plásticos ou recipientes fechados) para evitar o contato com o ar.

 

Pães

  • Armazene pães em locais frescos e arejados, protegidos da umidade e da luz direta;
  • Evite armazená-los na geladeira, pois isso pode acelerar o ressecamento;
  • Utilize embalagens que preservem a textura e o frescor dos pães (como sacos de papel ou sacos plásticos com furos) para permitir a circulação de ar.

 

Laticínios

  • Mantenha laticínios refrigerados em temperaturas entre 1°C e 4°C;
  • Verifique a data de validade e armazene os produtos em prateleiras conforme a ordem de vencimento;
  • Evite colocar laticínios próximos aos alimentos com odores fortes, pois podem absorvê-los.

 

Frutas

  • Alguns tipos de frutas devem ser mantidos em temperatura ambiente, enquanto outras se beneficiam de refrigeração. Por isso, é importante consultar as orientações específicas para cada fruta;
  • Evite armazenar frutas maduras com frutas verdes, pois a liberação de etileno pode acelerar o amadurecimento;
  • Remova frutas deterioradas do estoque para evitar a contaminação de outras.

 

Legumes

  • Armazene legumes em locais frescos e secos (de preferência em sacos de papel ou recipientes perfurados) para permitir a circulação de ar;
  • Alguns legumes podem ser refrigerados, como cenouras e brócolis; enquanto outros, como batatas e cebolas, preferem temperatura ambiente;
  • Evite armazenar legumes cortados ou descascados por longos períodos, pois isso pode acelerar a deterioração.

 

Dicas gerais sobre as melhores formas de armazenamento

Ter um sistema de rotação de estoque eficiente é fundamental para evitar o acúmulo de produtos vencidos. 

Assim, ao receber novos estoques, coloque os produtos mais antigos na frente, de modo que sejam vendidos primeiro.

Além disso, realize verificações periódicas para identificar alimentos próximos da data de vencimento — a fim de priorizar a venda, antes que se tornem impróprios para consumo.

Dessa maneira, isso ajudará a reduzir desperdícios e a garantir que apenas produtos de qualidade sejam oferecidos aos consumidores.

Além disso, lembre-se: cada tipo de alimento possui características específicas de armazenamento. 

Portanto, consulte as orientações dos fabricantes e adote as práticas adequadas para a conservação da qualidade, sabor e segurança dos alimentos comercializados em seu supermercado.

>> Você também pode gostar de ler: Quando fazer promoções no mercado? Confira!

 

Confira as tecnologias e soluções para otimizar o armazenamento

Para otimizar o armazenamento de alimentos, existem tecnologias e soluções que podem ser adotadas. 

Por exemplo, sensores de temperatura e umidade podem monitorar e controlar as condições do ambiente de armazenamento. Assim, garante que estejam dentro dos parâmetros adequados.

Essas tecnologias permitem identificar rapidamente variações indesejadas e agir para corrigi-las, evitando prejuízos e garantindo a qualidade dos produtos.

Além disso, é fundamental investir no treinamento e capacitação da equipe responsável pelo armazenamento dos alimentos.

Afinal, o conhecimento sobre boas práticas de armazenamento contribui para a preservação da qualidade e segurança dos produtos.

Você gostou de aprender mais sobre a validade dos alimentos e as melhores formas de armazenamento?

Então, aproveite e leia também: Como gerenciar um supermercado: 6 dicas infalíveis. Boa leitura!